Imprimir esta página

Profa. Dra. Emília Inoue Sato

A história da Dra. Emília com a EPM e com o Hospital São Paulo (HSP) iniciou-se muito antes do usual. Nascida no HSP e de origem em uma família de imigrantes muito humildes de São Paulo, enfrentou grandes desafios para conquistar a almejada graduação em Medicina pela Escola Paulista de Medicina. Motivada inicialmente por razões familiares, e mais tarde pelo ideal humanitário de ajudar o próximo, a doutora Emília Sato graduou-se em Medicina em 1977. Continuou sua formação médica realizando Doutorado em Reumatologia pela Escola Paulista de Medicina (1987) e Livre Docência em Reumatologia pela UNIFESP em 1995. É Professora Titular da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo desde 1997, foi chefe do Departamento de Medicina da mesma Instituição de 2005 a 2008 e coordenadora do curso de Pós-Graduação em Ciências da Saúde aplicadas à Reumatologia da UNIFESP de 2008 a 2012. Foi Vice-Diretora do Campus São Paulo da Universidade Federal de São Paulo (03/2013-12/2014). Foi Presidente da Sociedade Brasileira de Reumatologia de 1999 a 2000, sendo a primeira mulher eleita para este cargo, assim como a primeira mulher a ser Diretora da Escola Paulista de Medicina (2015-2019). Presidente da Comissão de Título de Especialista da Sociedade Brasileira de Reumatologia (2009 a 2016). Foi membro do Comitê de Avaliação da CAPES, área Medicina I de 1998 a 2019 , e é membro do comitê editorial e revisora de periódicos nacionais e internacionais. Atualmente, exerce a medicina no setor público e privado, com ênfase na área de Reumatologia, voltada às Doenças Reumáticas Autoimunes (lúpus eritematoso sistêmico e vasculites sistêmicas), Aterosclerose e Doenças Reumáticas, e em causas de morte em Doenças Reumáticas. Em 2019 recebeu o título de Master in Rheumatology concedido pela Pan American League of Association of Rheumatology, durante o Congresso PANLAR realizado em Quito. É membro titular da Academia de Medicina de São Paulo, desde agosto de 2020. Por sua origem humilde, sabe as dificuldades que os alunos com dificuldades financeiras têm na graduação, e hoje tenta ajudá-los das mais diversas maneiras, sendo uma das colaboradoras e participantes mais ativas do Projeto Semear EPM, que ajuda os estudantes em situação de vulnerabilidade com auxílio financeiro, materiais, oportunidades e tutoria individual, sendo o principal objetivo do projeto permitir que os estudantes em vulnerabilidade socioeconômica possam viver a graduação da maneira mais completa possível.

Vídeo gravado e editado em 13 de outubro de 2021 por dois estudantes de Medicina da turma 87 da EPM.