Notícias

Ministério da Saúde e ABP selam parceria em defesa da saúde mental

Ministério da Saúde e ABP selam parceria em defesa da saúde mental

O presidente da ABP, Antônio Geraldo da Silva participou de uma audiência com o Ministro da Saúde Marcelo Castro para, entre outras pautas, tratar das diretrizes para assistência em saúde mental para o povo brasileiro. O presidente da ABP esteve acompanhado dos diretores da ABP Claudio Martins e Maurício Leão. Também estiveram presentes o Senador Garibaldi Alves, o Deputado Federal Walter Alves, o vice-presidente do Conselho Federal de Medicina – CFM, Emmanuel Fortes e Dra Rosylane Rocha também do CFM, que falou sobre a saúde mental do trabalhador; do presidente da Federação Nacional dos Médicos – FENAM, Otto Batista, Geraldo Ferreira diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais, Universitários Regulamentados – CNTU e da Dra Myrna Maria Chaves, associada da ABP.

O Ministro da Saúde, Marcelo Castro e o Secretário de Atenção à Saúde, Alberto Beltrame, receberam o presidente da ABP. Durante a reunião, o presidente da ABP entregou ao Ministro e as outras autoridades que estavam presentes as Diretrizes para um Modelo de Atenção Integral em Saúde Mental no Brasil, que foram organizadas pela ABP,  Associação Médica Brasileira – AMB, CFM, FENAM e Sociedade Brasileira de Neuropsicologia – SBNp, o documento foi atualizado em 2014.

O presidente da ABP, Antônio Geraldo da Silva, apresentou as Diretrizes para um Modelo de Atenção Integral em Saúde Mental no Brasil para o Ministro:

Hoje, no Brasil, nós temos 46 milhões de doentes mentais. Essas diretrizes são multidisciplinar e interdisciplinar, e têm a intenção de propor políticas públicas para funcionar em rede, principalmente com atenção primária e sistema ambulatorial”

Muitos assuntos foram debatidos durante a reunião, como por exemplo: o número de suicídios no Brasil e a falta de campanhas de orientação do Ministério da Saúde sobre esse tema, a situação dos presidiários doentes mentais sem atendimento, apresentação de dados sobre dependência química e as campanhas da ABP Setembro Amarelo e também Contra a Psicofobia.

Após ouvir o panorama da saúde mental no Brasil, o Ministro Marcelo Castro recebeu as diretrizes e finalizou: “Infelizmente as coisas estão piores do que eu pensava. Mas vamos trabalhar ”

Ao final, Dr. Antônio Geraldo falou ao ministro sobre os princípios das entidades médicas que estavam presentes:“Nós da ABP, CFM, FENAM viemos oferecer ajuda, queremos poder ajudar em todas as ações da área de saúde mental sem nenhum princípio ou outro que não seja um SUS funcional, além disso temos as universidades que querem ajudar também.”

O vice-presidente do CFM, Emmanuel Fortes falou ao Ministro: “O CFM tem um interesse muito grande em oferecer ajuda, queremos colocar as nossas instituições para fazer essa interlocução com o Ministério, há muito tempo a gente não consegue ter uma interlocução que gere algo positivo para que esses canais de comunicação continuem abertos.”

O Ministro Marcelo Castro finalizou selando a parceria: “O canal com o Ministério da Saúde está 100% aberto, nós queremos manter o diálogo, com toda a abertura, toda transparência. Tudo o que fomos fazer aqui (sobre saúde mental) queremos fazer de acordo com a Associação Brasileira de Psiquiatria, discutindo tudo e tomando decisões em conjunto, pois isso não pode ser diferente.”

Esse é um momento muito especial para a ABP, para os psiquiatras e para todos os profissionais de saúde mental. A parceria entre o Ministério da Saúde e as entidades médicas foi finalmente realizada e vamos continuar trabalhando em defesa da saúde mental no Brasil.

Fonte: abp.org.br

 2156
(1 Votar)

Sobre nós

A SPDM-Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina é uma das maiores entidades filantrópicas de saúde do Brasil, atuante em 7 estados, com aproximadamente 40 mil funcionários e com a vocação de contribuir para a melhoria dos serviços médicos prestados à população.

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032