Notícias

Estoques de bancos de sangue caem até 30% no Carnaval

Estoques de bancos de sangue caem até 30% no Carnaval

Aumento de demanda por transfusões, baixo número de doações e até recusa de doadores estão dentre as razões da queda

Com apenas uma simples ação, uma pessoa pode salvar ao menos três vidas. Para isso, basta seguir para um banco de sangue, como são popularmente conhecidos os hemocentros, e realizar uma doação. Em feriados, como o Carnaval, ocorre um aumento na demanda nos hemocentros, devido ao maior número de acidentes e traumas que necessitam de transfusão, por exemplo. Porém, devido ao baixo número de doações e até a recusa de doadores, os estoques caem em média 30%, número que pode ser ainda maior, dependendo da demanda por transfusões.

Carlei Heckert Godinho, coordenadora do Banco de Sangue do Hospital Geral de Guarulhos, unidade estadual administrada pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), explica a importância da doação, especialmente neste período: "o sangue doado é separado em três hemocomponentes: glóbulos vermelhos, usados em acidentados, traumas e alguns tratamentos como câncer. Plaquetas, usadas em casos de hemorragia ou tratamento de câncer pós-quimioterapia, e plasma, utilizado em pacientes com problemas de coagulação", diz.

É comum neste período os hemocentros recusarem doações, pelo fato dos doadores não se encaixarem em requisitos básicos, como estar alimentado, descansado, não ter ingerido bebida alcoólica no mínimo 12 horas antes da doação ou não fazer parte de grupos de risco para doenças transmitidas pelo sangue, como hepatites B e C, HIV, sífilis, entre outras.

"Por isso, é importante os estoques estarem previamente abastecidos, para podermos atender a demanda durante o feriado. Todo o sangue doado é reposto pelo organismo em até 15 dias e não há risco significativo para o doador, inclusive porque antes da doação é feita uma entrevista clínica completa, que detecta com segurança possíveis riscos", esclarece a hematologista, que ressalta outro ponto importante - "o tipo de sangue mais utilizado em transfusão ou emergências é O negativo, exatamente o mais difícil de encontrar".

Para ser um doador, é preciso:

  • Sentir-se bem e com saúde.
  • Ter entre 16 e 70 anos.
  • Autorização de pais ou responsáveis, se for menor de idade.
  • Apresentar documento com foto.
  • Dormir bem na noite anterior à doação.
  • Fazer uma refeição leve antes da doação.
  • Não ter ingerido bebida alcoólica no mínimo 12 horas antes da doação.

Após a doação, é bom ter alguns cuidados, como:

  • Beber bastante líquido, pois ajuda a repor o volume que saiu do organismo.
  • Evitar carregar peso e fazer esforço físico.
  • No caso dos fumantes, evitar fumar por, pelo menos, duas horas.

"Após a coleta, o ideal é que o doador use o resto do dia para se cuidar, com alimentação saudável e ingestão de líquidos, tendo atenção especial de modo geral", recomenda Godinho.Os interessados em doar sangue podem ir até o Banco de Sangue do HGG, de segunda à sexta-feira, das 07h30 às 15h30. Excepcionalmente, na segunda (08) e terça-feira (09) de carnaval, a unidade não realizará atendimento ao público em geral. O endereço é Alameda dos Lírios, 300, Parque CECAP, Guarulhos. Mais informações pelo telefone: (11) 3466-1416.

 2122
(2 votos)

Sobre nós

A SPDM-Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina é uma das maiores entidades filantrópicas de saúde do Brasil, atuante em 7 estados, com aproximadamente 40 mil funcionários e com a vocação de contribuir para a melhoria dos serviços médicos prestados à população.

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032