Notícias

Campanha mostra a importância das classes hospitalares no apoio ao aluno em tratamento de saúde

Léa Chuster Albertoni mostra os desenhos feitos por alunos das escolas participantes do projeto Léa Chuster Albertoni mostra os desenhos feitos por alunos das escolas participantes do projeto

Integração entre as áreas de Educação e Saúde é essencial para a inclusão de alunos com doenças crônicas nas escolas regulares

Nos dias 25 e 26 de maio será realizado, no anfiteatro da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), o 2º Congresso do Estado de São Paulo no Apoio ao Escolar em Tratamento de Saúde, com o apoio do Hospital São Paulo. O evento tem por objetivo refletir e integrar pesquisadores das áreas da Educação e da Saúde, professores de instituições de ensino públicas e privadas, assim como agregar vivências referentes ao processo de inclusão escolar e social de alunos hospitalizados ou em contínuos atendimentos ambulatoriais na modalidade educacional – classe hospitalar.

O congresso é uma das ações promovidas durante a Semana Municipal de Conscientização dos Direitos da Criança e do Adolescente em Atendimento Pedagógico em Hospitais, Ambulatórios e Domicílios, celebrada na quarta semana do mês de maio.

Será lançada também a 1ª Campanha de Incentivo à Escolarização de Crianças e Jovens em Contínuo Tratamento de Saúde em Hospitais, Ambulatórios e Domicílios, um projeto piloto cujo objetivo é promover a diversidade, incentivar o respeito às diferenças e focar nas especificações necessárias à inclusão do aluno com doenças crônicas.

Como forma de promover a participação dos alunos do ensino regular, o congresso vai contar com a participação de onze escolas, públicas e privadas, através de expressões gráficas, podcast, flash mob, construção de histórias e outras atividades. O evento contará com a presença de profissionais das áreas da saúde e da educação, familiares e alunos, além de representantes do Instituto Maurício de Sousa, Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia, Amigos da Criança com Reumatismo, entre outras. 

 

evento 25052017
Palestra com Cristian Marchant, Coordenador Acadêmico da Fundação Carolina Labra Riquelme, do Chile, durante o Congresso

“A Legislação Brasileira ampara o Direito à Educação, mas infelizmente as classes hospitalares não têm tanta visibilidade. As escolas, por exemplo, desconhecem as necessidades destes alunos. Por isso estas ações são tão importantes para divulgar saberes, experiências e congregar interessados”, explica Léa Chuster Albertoni, Gestora do Programa de Atendimento Pedagógico e Educacional ao Escolar em Tratamento de Saúde do Hospital São Paulo.

Classes hospitalares

A classe hospitalar é uma modalidade educacional destinada a mediar a relação entre a escola, a família e as instituições de saúde, tendo como foco a relação ensino-aprendizagem.

As classes hospitalares do Hospital São Paulo já acontecem há dez anos e fazem parte do Programa de Atendimento Pedagógico e Educacional ao Escolar em Contínuo Tratamento de Saúde, do Departamento de Pediatria da Escola Paulista de Medicina/UNIFESP. O Programa também compreende um Curso de Extensão em Pedagogia Hospitalar.

O trabalho pedagógico e educacional realizado nas classes hospitalares baseia-se em práticas que permitem melhores condições para o reingresso de alunos à escola regular, uma vez que atuam sobre dificuldades de aprendizagem, resgatando o prazer de aprender e, consequentemente, melhorando a qualidade de vida. “Promover a parceria entre as classes cospitalares e as escolas regulares é essencial no combate à evasão escolar e favorece a continuidade do desenvolvimento evolutivo dos alunos”, diz Léa Chuster Albertoni.

Existem aproximadamente 38 instituições em São Paulo com classes hospitalares, que são ligadas à Secretaria de Estado da Educação e oferecem a mediação entre a criança, a escola em que a criança está matriculada, a família e a instituição de saúde.

 2639
(1 Votar)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032