Notícias

Área de combate à dependência química perde um de seus expoentes: Montezuma Pimenta Ferreira

Área de combate à dependência química perde um de seus expoentes: Montezuma Pimenta Ferreira

Faleceu no último mês de dezembro, em São Paulo, o psiquiatra Montezuma Pereira Ferreira. Formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), o profissional atuou por mais de três décadas no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da FMUSP, desenvolvendo um trabalho de destaque no combate à dependência química em São Paulo e também no Brasil.

Sua área principal de atuação era no tratamento e combate ao tabagismo, na qual se destacou tanto por seu profundo conhecimento como pela dedicação ao desenvolvimento deste segmento. Ao mesmo tempo, Montezuma demonstrava, tanto na prática da medicina, como em explanações públicas, seu comprometimento com um dos mais louváveis ideais da medicina: a promoção da saúde e do bem-estar, tanto às pessoas como à sociedade. Em determinada ocasião, ao conceder uma entrevista sobre o combate ao tabagismo, Montezuma mencionou que “estamos falando de uma questão de saúde pública. Temos que preservar o convívio social e oferecer uma saída (ao dependente) ao mesmo tempo”, demonstrando sua preocupação com tais questões. 

Amante de música e literatura, Montezuma era casado e pai de dois filhos. Seu amor por livros era tanto que sempre buscou estimular em seus filhos o gosto pela leitura. Pessoalmente, era considerado por seus parentes mais próximos como a “teoria em pessoa”, discutindo praticamente qualquer assunto com profundidade impressionante, com o auxílio de uma memória ímpar. 

A SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina presta suas condolências e solidariedade aos familiares, homenageando neste espaço este estimado profissional.

 1428
(3 votos)