Notícias

Ambulatório de Práticas Integrativas promove bem-estar a funcionários do Hospital São Paulo

Ambulatório de Práticas Integrativas promove bem-estar a funcionários do Hospital São Paulo

Projeto é realizado de maneira voluntária e já está em sua 9ª edição

Desde outubro de 2018, uma vez por mês, qualquer funcionário do Hospital São Paulo (HSP) pode ter acesso a atividades do Ambulatório de Práticas Integrativas, que promove bem-estar e ajuda a melhorar a qualidade de vida dos colaboradores.

Práticas integrativas complementares são tratamentos que complementam terapias convencionais e ajudam a restaurar o equilíbrio físico, mental, emocional e espiritual. Em um ambiente estressante, como o de um hospital, tais atividades fazem a diferença para aqueles que estão prestando assistência.

A responsável por iniciar o projeto é a técnica de enfermagem Adriana Macedo, que conheceu as práticas integrativas em sua especialização em 2017, resolvendo fazer um curso de reiki. “Identificando necessidades em nossa equipe do pronto-socorro, das pessoas que trabalham na assistência, decidi criar um projeto para trazer estas práticas para os funcionários”, diz a técnica de enfermagem.

20190723 122359

Com o apoio da diretoria de enfermagem e da chefia do pronto-socorro, o primeiro ambulatório foi iniciado em outubro de 2018, oferecendo reiki e seitai. No último dia 23 de julho foi realizado o 9º ambulatório de práticas integrativas do Hospital São Paulo, que agora oferece também yoga, shiatsu, auriculoterapia, cura reconectiva e cristaloterapia. Nesta última edição foram realizados mais de 290 atendimentos. 

Atualmente, junto com Adriana, também estão a frente do projeto as técnicas de enfermagem Vanessa Muniz Calhabeu, Simone Cristina de Oliveira e Deisa Rodrigues Magalhães.

“Os profissionais de saúde estão sempre cuidando do outro e ser cuidado acaba sendo uma novidade. Isso traz uma valorização, um reconforto e reflete para o cuidado que ele tem com o outro”, diz Vanessa Muniz.

O trabalho é totalmente voluntário e hoje conta com o apoio de dois institutos de reiki e terapias holísticas, o Instituto Luz e o Instituto de Recuperação, Luz e Paz, que enviam voluntários para oferecer as práticas no ambulatório. Hoje já são 45 voluntários atuando no projeto e há uma lista de espera.

Heloísa Conselvan é mestre reiki do Instituto Luz e está participando do ambulatório no HSP como voluntária pela 2ª vez. Ela explica que o reiki é um sistema milenar de tradição budista que vem ganhando um espaço cada vez maior, promovendo bem-estar e qualidade de vida. “O objetivo do voluntário é expandir a prática e ter um espaço como o Hospital São Paulo para ampliar essa atividade é fundamental”, afirma.

“É um trabalho que está ajudando muitas pessoas, a aceitação está bem grande e o atendimento é alto. Todos os relatos são positivos e as pessoas nos procuram para saber quando será o próximo ambulatório”, diz Adriana. Desde o início do projeto, já foram 1.162 atendimentos, sendo 707 apenas na prática de reiki.

A enfermeira do pronto socorro Natalia Borgonovi realizou uma sessão de cristaloterapia pela primeira vez e ficou satisfeita. “É bem diferente e extremamente relaxante. Eu cheguei aqui bem acelerada do trabalho e quando você sai parece que está pisando em nuvens, é uma sensação muito boa. Agora vou voltar a trabalhar bem mais disposta”, relata.

Em geral, o ambulatório é realizado na última terça ou quarta-feira do mês e a partir de setembro deve ser ampliado para duas vezes por mês. Qualquer colaborador pode participar e o atendimento é feito por ordem de chegada. Os interessados podem entrar em contato pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 534
(3 votos)