Notícias

HMB realiza teleatendimento para o pós-operatório

HMB realiza teleatendimento para o pós-operatório

Além de chamadas telefônicas, consulta também pode ser feita por vídeo 

Desde a última segunda-feira (7/6), o Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran (HMB), unidade da Prefeitura de Barueri gerenciada em parceria com a SPDM - Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, passou a realizar a marcação de atendimentos virtuais para pacientes que foram submetidos às chamadas “cirurgias limpas”, como, por exemplo, de hérnia, varizes e colocação de próteses ortopédicas. Esses procedimentos são considerados “limpos” porque não são realizados em áreas do corpo potencialmente contaminadas por bactérias, como as de trato respiratório, alimentar, genital e urinário.

Essas cirurgias, consideradas eletivas, foram classificadas como executáveis para o atendimento virtual devido ao menor risco de infecção local, por serem realizadas em regiões de fácil descontaminação e porque o próprio paciente consegue reconhecer indícios infecciosos. Assim, o objetivo desse atendimento é identificar de forma precoce qualquer sinal de infecção no local da cirurgia. Para isso, após 30 dias do procedimento, conforme agendamento prévio, a equipe de enfermagem entra em contato e, com base em um questionário, avalia a presença de sinais e sintomas como vermelhidão, dor, calor, rubor, pus e febre. Se for identificada alguma dessas características, o enfermeiro agenda uma consulta prioritária e presencial com o médico responsável. 

“Nós entendemos que esse tipo de abordagem pode ser feita por telefone ou por vídeo, porque é fácil identificar qualquer processo infeccioso relacionado à cirurgia, com o benefício da comodidade do paciente estar na sua própria residência, sem a necessidade de se deslocar até o hospital. Essa alternativa é interessante especialmente no cenário de pandemia, em que a circulação em unidades de saúde deve ser evitada em função do risco de contaminação pelo novo coronavírus”, explica Edneia Siqueira, diretora de enfermagem do HMB. 

No momento da alta, o paciente recebe uma cartilha com cuidados para o pós-operatório, que inclui orientações de como lavar a região da cirurgia e indicação de dieta. Além disso, a cartilha também conta com o passo a passo para baixar e cadastrar o aplicativo que será utilizado no atendimento virtual. Vale destacar que, se for inviável o uso do aplicativo pelo paciente, ainda existe a possibilidade de realizar a consulta por chamada telefônica. 

Para efetuar o teleatendimento, os enfermeiros da linha de cuidado cirúrgico receberam treinamento do Sistema Inteligente de Serviço de Saúde (SISS) da cidade de Barueri e a expectativa é que sejam realizadas, em média, 1.000 consultas online de pós-operatório por mês pelo HMB.

 80
(0 votos)