Notícias

Setembro amarelo: projeto de prevenção ao suicídio do CAISM completa um ano

Setembro amarelo: projeto de prevenção ao suicídio do CAISM completa um ano

O Conversas de Vida oferece acolhimento e intervenção terapêutica durante e após os momentos de crises


O Conversas de Vida: Centro de Promoção de Esperança e Prevenção do Suicídio completa um ano de funcionamento neste mês de setembro. Com atendimento voltado para todas as idades, o programa é uma das iniciativas do Centro de Atenção Integral à Saúde Mental (CAISM), unidade da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, gerenciada em parceria com a SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina.

O projeto atua com intervenções terapêuticas baseadas em evidências cientificas, para acolhimento de pacientes em crises decorrentes de comportamentos suicidas (ideação, planejamento ou tentativa), assim como de seus familiares, oferecendo um cuidado integral, inclusive nos momentos pós-crise. Ele é formado por uma equipe multiprofissional, composta por médicos psiquiatras e generalistas, enfermeiros, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais e psicólogos.

A estratégia para o acompanhamento do paciente é baseada no processo de matriciamento. Nele, os diferentes profissionais da equipe complementam suas atividades, promovendo um atendimento conjunto em diversas frentes, buscando a reabilitação física e emocional do paciente.

“Desde sua inauguração, o ambulatório realizou 84 atendimentos a pacientes e seus familiares, com um total de 333 consultas. E, como estamos no Setembro Amarelo, o mês de prevenção ao suicídio, é importante frisar a todos que enfrentam dificuldades que eles não estão sozinhos e podem contar com um serviço de excelência do SUS, que oferece suporte em momentos tão difíceis”, afirma Elson Azevedo, diretor do CAISM.

A população pode obter mais informações sobre o projeto por meio do site conversasdevida.com ou do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Além disso, casos de emergência são atendidos de forma articulada pela equipe do Pronto-Socorro 24h do CAISM, que fica na Rua Major Maragliano, nº 241, Vila Mariana, em São Paulo. Para a abertura de cadastro no ambulatório, o paciente deve portar documento de identidade, cartão do SUS e comprovante de residência.

 206
(3 votos)