Imprimir esta página

Notícias sobre Coronavírus

FAQ: perguntas e respostas sobre o novo coronavírus

1 - O que são os coronavírus?

 

2 - Que tipos de doenças eles causam?

Infecções por coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum. Alguns podem causar síndromes respiratórias graves, evoluindo para pneumonia com insuficiência respiratória e morte.

 

3 - De onde surgiu o novo coronavírus?

Os primeiros casos do Covid-19, o novo coronavírus que está causando alerta mundial, aconteceram em Wuhan, na China, em dezembro de 2019. A suspeita é de que o vírus tenha origem animal.

 

4 - Quais são as formas de transmissão do Covid-19?

Pelo ar, através de gotículas de saliva que saem quando você espirra, tosse ou fala. Essas gotículas podem atingir bocas, olhos e nariz de outras pessoas, momento em que ocorre a transmissão. O contato físico também pode transmitir o vírus por meio de beijos, abraços e apertos de mão.

Superfícies não higienizadas, como celulares, maçanetas, corrimões, botões e objetos em geral, também são um risco. Isso porque a pessoa, ao tocar em qualquer coisa, pode estar com a mão contaminada e depositar o vírus ali. Posteriormente, outra pessoa encostará na superfície, trará o vírus para sua mão e, se levar a mão ao rosto, o vírus rapidamente entrará em contato com o organismo e ocorrerá a infecção.

 

5 - Quais são os grupos de risco?

Todas as pessoas podem ser infectadas pelo Covid-19. Contudo, os grupos mais vulneráveis e suscetíveis a quadros mais graves da doença são idosos (60 anos ou mais) e portadores de doenças crônicas, como diabéticos, hipertensos ou pessoas com insuficiência renal crônica, por exemplo.

 

6 - Quais os sintomas da Covid-19?

Tosse, febre (acima de 37,8º), dificuldade para respirar, produção de escarro, congestão nasal ou conjuntival, dificuldade para engolir, dor de garganta, coriza, saturação de oxigênio menor que 95%, sinais de cianose, batimento de asa de nariz, tiragem intercostal e dispneia.

 

7 - Quando devo procurar um médico?

Febre, tosse, aumento de secreção, coriza, congestão nasal e dor de garganta são alguns dos sintomas mais frequentes do Covid-19. A recomendação é que, se você apresentar esses sintomas a nível moderado, permaneça em casa, em isolamento. Isso ajuda a não superlotar as unidades de saúde.

Contudo, em caso de piora ou persistência da febre e falta de ar, procure a unidade de saúde mais próxima (e utilize uma máscara cirúrgica para evitar que as gotículas expelidas pela tosse ou espirro atinjam outras pessoas).

 

8 - Como os profissionais de saúde estão agindo quando recebem pacientes com esses sintomas?

O Ministério da Saúde definiu diretrizes operacionais aos profissionais de saúde de todo o Brasil. São considerados casos suspeitos quando:

  • Situação 1 (viajante): pessoa com histórico de viagem para país com transmissão sustentada ou área com transmissão local nos últimos 14 dias que apresenta febre e outro sintoma respiratório citado acima.
  • Situação 2 (contato próximo): pessoa com histórico de contato com caso suspeito ou confirmado para Covid-19 nos últimos 14 dias que apresente febre ou outro sintoma respiratório citado acima.
  • Situação 3 (contato domiciliar): pessoa que manteve contato domiciliar com caso confirmado por Covid-19 nos últimos 14 e que apresente febre ou pelo menos um dos sintomas respiratórios descritos acima. Contudo, neste caso é importante observar a presença de outros sinais como fadiga, mialgia/artralgia, dor de cabeça, calafrios, manchas vermelhas pelo corpo, gânglios linfáticos aumentados, diarreia, náusea, vômito, desidratação e inapetência. 

 

Pessoas diagnosticadas com o coronavírus serão aconselhadas pelo médico em relação ao atendimento hospitalar e isolamentos mais apropriados.

 

9 - Como é o tratamento dos pacientes infectados?

Ainda não existe um tratamento específico e eficaz contra a doença, somente testes de algumas medicações antivirais. Os pacientes infectados imediatamente recebem uma máscara cirúrgica para utilizar e são tratados com suporte clínico. Nos casos graves, em que há dificuldade para respirar, recebem um suporte ventilatório na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e ficam em isolamento em uma unidade de saúde.

 

10 - Como posso me prevenir contra o Covid-19 e evitar a disseminação da doença?

  •  Lave as mãos com água e sabão com frequência, por ao menos, 20 segundos.
  • Utilize álcool em gel, principalmente quando não estiver em casa.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com a parte interna dos braços e não com as mãos, ou utilize lenços descartáveis, jogando-os no lixo após o uso.
  • Evite levar as mãos ao rosto.
  • Evite contato com pessoas que apresentam sintomas de gripe, mantenha ambientes ventilados e não compartilhe objetos pessoais, como talheres e copos.

 

Atitudes como reduzir o contato social, evitar aglomerações, limpar superfícies e, principalmente, ficar em casa, também são recomendações governamentais para evitar a disseminação do Covid-19.

Confira aqui todas as recomendações para inibir a evolução do novo coronavírus (linkar essa parte em negrito com a notícia https://spdm.org.br/saude/coronavirus/item/3324-confira-orientacoes-para-evitar-a-disseminacao-do-covid-19).

 

11 - Quando devo utilizar a máscara cirúrgica?

A máscara cirúrgica deve ser utilizada por pessoas com sintomas respiratórios, profissionais de saúde e cuidadores de idosos.

 

12 - Sou profissional de saúde e lido com pacientes todos os dias. Como devo me precaver?

Profissionais de saúde devem tomar precauções de contato e de gotículas. É essencial o uso da máscara  cirúrgica, avental de manga longa, luva de procedimento e óculo de proteção em qualquer contato com o paciente.

Para procedimentos que geram aerossóis (coleta de material respiratório, intubação orotraqueal, aspiração de vias aéreas e ventilação não invasiva, o uso da máscara N95 se faz necessário.

 

13 - Sou doador de sangue, mas estou com medo de ir a uma unidade de saúde fazer uma doação. Como proceder?

As unidades de saúde estão com estoques críticos de sangue devido à redução na doação, por isso estão adotando medidas preventivas, como o agendamento das doações para evitar aglomerações. A sua doação é muito importante. Ligue na unidade mais próxima de sua residência e agende a sua doação.

 

14 - Já há cura para o Covid-19?

Não. Cientistas estão em fase de estudo de medicamentos e vacina para combater o novo coronavírus.

 

15 - Como as unidades de saúde da SPDM estão agindo?

As unidades hospitalares gerenciadas pela SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina estão realizando planos de ação e fluxos para atenderem casos suspeitos, seguindo as diretrizes de órgãos como o Ministério da Saúde e das secretarias municipais e estaduais de saúde, por exemplo. Estão sendo ministrados treinamentos sobre critérios diagnósticos e tratamento, além da notificação imediata às autoridades competentes.

 

16. Qual a estimativa de tempo para amenizar o surto do novo coronavírus?

Infectologistas trabalham com uma estimativa de dois a três meses.

 

17. Quanto tempo o vírus sobrevive fora do organismo?

De duas a três horas e meia.

 

18. A qual temperatura morre o vírus?

Até o momento, estudos revelam que o Covid-19 morre em temperaturas acima de 45º C.

 

19. Estou com nariz entupido, falta de ar e tosse. Onde faço exame para saber se é coronavírus?

Por determinação do Ministério da Saúde, os laboratórios privados não estão mais realizando os testes para coronavírus em pessoas não internadas. Se você apresentar esses sintomas, deve procurar a unidade de saúde mais próxima e ser avaliado por um médico.

 

20. Para quem tem asma, quais os cuidados?

Os mesmos cuidados que a população em geral: permanecer em casa o maior tempo possível, lavar as mãos frequentemente durante o dia, evitar aglomerações e contato social, evitando beijos e apertos de mãos.

 

21. Estou grávida. Como o coronavírus atua em gestantes?

Pelas experiências relatadas por médicos de países que já passaram pelo pico de incidência de casos do coronavírus, o embrião responde bem à infecção, sem prejuízos.

 
 1801
(2 votos)