Banner Doacao

Notícias sobre saúde

Saúde bucal pode prevenir até problemas do coração. Saiba como

Saúde bucal pode prevenir até problemas do coração. Saiba como

Que a higiene bucal diária é fundamental para manter dentes e gengivas saudáveis e evitar o aparecimento de problemas como mau hálito, cárie e demais doenças a maioria das pessoas sabe. Mas que até doenças do coração podem ter origem na má saúde bucal é uma informação que nem todos têm acesso. A boca é a porta de entrada de bactérias e germes. Limpezas desleixadas podem ocasionar em doenças bucais que, por sua vez, podem afetar a saúde do seu corpo em geral.

“Atualmente 80,5% da população tem má saúde bucal e isso pode resultar em problemas graves”, afirma o odontologista José Roberto Caporrino, Assessor Técnico de Saúde Bucal da SPDM. “Temos como exemplo a endocardite bacteriana, uma infecção na válvula do coração, que é causada pela presença de cáries nos dentes. Essas bactérias pegam carona na corrente sanguínea e se alojam no coração, formando um ninho e oferecendo risco de vida ao indivíduo”, alerta o profissional. Dos casos de endocardite bacteriana, 40% são causados pela precariedade da saúde bucal, segundo dados do Instituto do Coração (INCOR).

“Esse índice é reflexo da falta de conscientização da população acerca da importância da prevenção e da boa saúde bucal”, diz Caporrino, que destaca: é importante consultar um dentista a cada seis meses. Em casos em que o indivíduo tem doenças crônicas, como diabetes, o tempo diminui: a cada quatro meses. Com isso, fica a pergunta: você sabe qual é a maneira correta de cuidar da sua boca?

A prevenção desses e outros problemas pode ser feita através de uma boa escovação, do uso do fio dental e também com o auxílio do enxaguante bucal – que, além de deixar um bom hálito, ajuda na retirada de sujeiras que podem permanecer mesmo após a escovação. Mas atenção: não podem ser usados em excesso. Confira abaixo dicas para manter uma boa higiene e, consequentemente, sua saúde bucal em dia.

- Escove os dentes, no mínimo, três vezes ao dia, de preferência após as refeições. Opte por cremes dentais que contenham flúor para uma limpeza mais eficaz – exceto para crianças de até quatro anos, para evitar fluorose dentária.

- A boca deve ser escovada como um todo, usando escova com cabo reto e cerdas macias. Para a língua, existem escovas especiais (chamadas limpadores de língua ou raspadoras) que retiram a camada branca do local, prevenindo a diminuição da saliva, mau hálito e ainda evitam cáries. Lembre-se: se a língua não estiver limpa, a sujeira migra para os dentes.

- A técnica de escovação mais utilizada é a de Bass, indicada para pessoas com inflamações na gengiva: posicione a escova em 45º em relação ao longo eixo dos dentes e, em movimentos circulatórios e curtos, escove a gengiva sem força excessiva para evitar ferimentos. Nos dentes, o movimento da escovação pode ter uma pressão maior para uma melhor limpeza.

- Após a escovação, lave a escova com água corrente e seque-a com papel toalha. Deve ser guardada com uma proteção, fechada ou perfurada, para evitar a contaminação das cerdas. Troque a escova de dente a cada dois meses.

- Enxaguantes bucais devem ser utilizados apenas uma vez ao dia e não devem conter álcool. Isso evita que o esmalte dos dentes seja danificado.

- O fio dental precisa ser utilizado antes da escovação para que, no momento da escovação, toda a sujeira retirada pelo fio dental seja descartada. Corte um pedaço de 40 centímetros, enrole nos dedos médios e, em movimento de vai e vem, passe calmamente em todos os dentes sem ferir a gengiva.

- A alimentação influencia completamente na saúde bucal. O excesso de açúcar e de corantes causam cáries e manchas. Frutas ácidas, como laranja e limão, e refrigerantes atuam na desmineralização dos dentes, ou seja, no desgaste do esmalte.

Curiosidades sobre saúde bucal

- O tempo médio de uma boa higiene oral é de 5 a 6 minutos. A média de escovação da população brasileira é de 25 segundos e só uma vez por dia.

- A saliva protege os dentes. Uma pessoa produz, durante o dia, 1,5 litros de saliva. À noite, essa produção já cai para 0,5 litros. Por isso, é importante escovar os dentes antes de dormir.

- Os dentistas recomendam aos nadadores e pessoas que passam bastante tempo em piscinas que se consultem com profissionais com mais frequência. Isso porque o cloro eleva a acidez da água e, se mal cuidada, o PH dessa água pode danificar os esmaltes dos dentes.

Cuidado com a vaidade

- Não existem comprovações científicas da eficácia do carvão ativado (pó de coloração preta). O que se sabe até o momento é que o produto possui uma substância abrasiva que pode danificar tanto o dente quando o esmalte do dente, além de ser tóxico se ingerido. Portanto, dentistas recomendam que, caso queira realizar um clareamento dental, procure um profissional capacitado!

- As lentes de contato dentárias são indicadas para pequenas correções estéticas, como tamanho, forma, volume e cor. Elas não resolvem problemas ortodônticos e são totalmente contraindicadas para dentes saudáveis.

 286
(0 votos)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032